Tel: (27) 3373-3968 / 99984-1105

SÁLVIA (SÁLVIA ROSA, SALVÉIA ROSA)
Nome Popular: Sálvia (Sálvia Rosa, Salvéia Rosa)
Nome científico: Salvia involucrata
Categoria: Forrações
Porte: Até 3 metros de altura


ESPECIFICAÇÕES

Arbusto de flores que pode atingir até 3 metros de altura. É uma planta perene que aceita sol ou meia-sombra e floresce praticamente o ano todo.
Como uma planta de jardim, prefere uma boa drenagem, húmus enriquecido no solo e rega profunda uma vez por semana.
A propagação é por divisão ou estacas, que pode ser enraizada no final do verão ou início do outono.
No início da primavera deve ser podada polegadas a partir da coroa.



COMO CULTIVAR

Seu cultivo pode ser iniciado com o plantio das sementes, mudas obtidas por multiplicação de plantas ou de mudas prontas adquiridas no comércio, sendo que essa última opção abrevia o tempo para iniciar a colheita.
Então vamos ao cultivo da sálvia:

INÍCIO DO CULTVO:
O plantio das sementes pode ser iniciado em vasos de muda, com capacidade aproximada de 0,5 a 1,3 litro.
No fundo do vaso, colocar um pedaço de tela de nylon ou sombrite, acrescente 2 cm de areia de granulometria média ou grossa, dê uma leve socada na areia e depois complete com terra até atingir entre 2/3 a ¾ da altura do vaso e nivele e soque a terra.
As sementes devem ser distribuídas distanciadas 0,5 a 1,0 cm entre elas. Sobre sementes acrescente, com cuidado, mais 0,5 cm de terra, soque novamente e regue com cuidado, levando o vaso local sombreado, mas com luminosidade.
Depois de uma semana do plantio, as sementes começam a germinar.
Foi colocada uma folha de papel tolha, para a água da rega não movimentar as sementes.
As mudas podem ser colocadas em local ensolarado, mas protegidas, por exemplo com pedaço de tela de nylon, para prevenir ataques de insetos e pássaros.
Depois de 24 dias do plantio das sementes.
Plantas com 4 folhas definitivas.
As mudas já podem ser replantadas em local definitivo.
Foi colocada uma camada de perlita, para proteção das mudas, depois que as sementes germinaram.
O plantio da semente também pode ser feito em um copo plástico de 200 ml, perfurando o fundo com 4 furos e um rasgo lateral no fundo de 1 cm, com auxílio de uma pinça de ponta fina aquecida. Não há necessidade de colocar a tela de nylon, apenas 2 cm areia no fundo e completar com terra até atingir a altura de 2/3 a ¾ da altura do copo. Nesse caso são plantadas 3 a 4 sementes distanciadas de 1 cm entre elas, na parte central do copo.

REPLANTIO DA MUDA OBTIDA POR SEMENTE:
Apresentaremos o replantio intermediário para copos plásticos de 200 ml, devido ao nosso clima quente, aqui no nordeste brasileiro. Após o pegamento das mudas replantadas em copos é que levamos para os vasos em definitivo, assim procedendo dificilmente perdemos a muda.
Retire a muda do vaso original, com auxílio de uma faca pequena.
Antes de retirar a muda, espete a faca em volta da muda, para formar um torrão trapezoidal, então retire a muda com o torrão.
A terra deve estar umedecida, mas não em demasia, por exemplo logo após da rega.
A terra mais o torrão serão levados para local definitivo da cultura, ainda apoiados na faca.
A muda da direita perdeu o torrão, porque estava muito próximo da muda retirada com torrão, mas pode ser aproveitada.

O local que receberá a muda deve ter um sulco da dimensão pouco maior que o torrão.
No exemplo, o replantio foi feito em um copo, mas pode ser feito para o vaso em definitivo.
Depois de acomodado a muda e o torrão no sulco, soque em volta e acrescente pedriscos, para proteção das raízes e previne o desenvolvimento de ervas daninhas e algas.
Coloque a muda em local protegido, sem sol direto, mas com luminosidade, quando iniciar o desenvolvimento de novas folhas leve para local mais ensolarado.
A partir do 2º mês do replantio da muda em copo, ela pode ser levada para um vaso em definitivo. Para o caso do plantio iniciado com a semente em copo, conforme citado no final do item 1.1, o replantio para local definitivo pode ser feito a partir do momento que as mudas tiverem desenvolvidas 4 folhas.
No replantio do copo para o vaso, a muda deve permanecer com a terra do copo, partindo o copo em diversas tiras longitudinais ou segurando o copo e ao mesmo tempo com 1 ou 2 dedos apoiando a terra do copo, vire o copo de cabeça para baixo e dê uma leve batida no fundo.
O vaso para replantio da muda deve ter seus furos cobertos com uma tela de nylon ou sombrite, depois com 2 a 3 cm de areia de granulometria média ou grossa e socada, finalmente completada com terra adubada até atingir 2/3 a ¾ da altura do vaso.
As mudas, apresentadas nas Figuras 4 e 5, podem ser replantadas direto em vasos, lembrado que inicialmente os vasos deverão ser colocados em local sombreado, mas com luminosidade. A partir do momento que as mudas emitirem folhas novas, as plantas poderão ser colocadas em local ensolarado.
As mudas desenvolvidas em copos, ao fazer replantio para vasilhame em definitivo, podem ser colocadas em local com sol direto.

MAPA DO SITE
VERDES DO VALE
(27) 3373-3968 / (27) 99984-1105
Rua Prefeito Samuel Batista Cruz, 6656, Santa Cruz - Linhares/ES
f/verdesdovale
- De seg à sex de 8:00h às 18:00h
- Aos Sábados de 8:00h às 12:00h
CURTA NOSSA FANPAGE